Melhorias no acesso ao bairro Forqueta é reivindicação da vereadora Gladis Frizzo
27/11/2019 12:18 em Bairros

Com urgência, na sessão ordinária desta quarta-feira (27/11/19), a vereadora Gladis Frizzo/MDB pediu ao Estado melhorias na entrada para o bairro Forqueta, pela RS-122, em Caxias do Sul. A parlamentar mostrou fotos que denunciam a má conservação da rodovia, com grandes buracos colocando a vida de motoristas e pedestres em risco. “Esqueceram da obra. Já cogitaram fechar esse acesso, talvez por isso estão deixando à deriva, mas precisamos de um conserto urgente. É questão de responsabilidade pública. Não vamos nos calar, ainda mais que tinham dito que iriam fazer os consertos”, criticou Gladis, indignada.

 

A vereadora conta que tentou entrar em contato com a Secretaria Estadual de Logística e Transportes, à qual o Departamento de Estrada de Rodagem (Daer) é subordinado, e disseram que ela deveria negociar com o município um encaminhamento. “Não é meu trabalho negociar pelo Daer. O que posso fazer como vereadora é dizer ao município que a melhoria no acesso ao bairro Forqueta é também sua responsabilidade”, explicou.

 

As péssimas condições ao longo da RS-122 e RSC-453 entre Caxias do Sul e Farroupilha também precisa de atenção imediata, afirma Gladis. No entendimento da emedebista, as péssimas condições do trecho sinalizam o descaso do Daer com os moradores da região. Para ilustrar, a parlamentar mostrou uma imagem da rodovia com crateras nas proximidades do chamado Viaduto Torto, local em que já ocorreram muitos acidentes.

 

A vereadora solicitou, ainda, mobilização por parte dos deputados estaduais de Caxias do Sul e região em relação ao pleito. Conforme ela, a cidade garante muitos tributos à administração gaúcha, entretanto não receberia o retorno adequado em termos de atendimento público. “Uma única vinícola recolhe R$ 1 milhão por ano em impostos”, argumentou Gladis, ressaltando a necessidade de contrapartida a tais investimentos.  

 

Mesma cobrança fez o parlamentar Rafael Bueno/PDT, lembrando que, em breve, o escoamento da produção na Serra gaúcha aumentará por causa da colheita da uva e de outros cultivos, o que demanda rodovias transitáveis.

 

 

Foto da Vereadora Gladis Frizzo/MDB  Crédito: Gabriela Bento Alves

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
SHR