Volume
Rádio Offline
Banco de Alimentos volta a adquirir produtos da agricultura familiar
08/10/2019 10:20 em Economia

O Banco de Alimentos, vinculado à Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), voltou a adquirir produtos diretamente com agricultores familiares de Caxias do Sul. Com a retomada de investimentos do governo federal ao Programa de Aquisição de Alimentos, desde agosto a entidade tem recebido os insumos diretamente dos produtores hortifrutigranjeiros.

 

O recurso fez bastante falta, pois é de grande importância para os agricultores do município e estávamos no aguardo desde o início deste ano”, relembrou titular da Smapa, Camila Sandri Sirena. “Com a retomada vai ser possível promover novamente este setor”, disse. O recurso referente a 2019, aguardado desde o início do ano, corresponde a R$ 400 mil. Quando repassada, a verba é administrada pelo Banco de Alimentos, que auxilia 82 instituições parceiras do Município.

 

Samuel Pezzi, 34 anos, morador de Vila Cristina e um dos produtores que vendem ao Banco, aprovou a iniciativa. “É ótimo ter um mercado a mais para comercializar, isso estimula todos os agricultores a continuarem no ramo. Sentimos falta disso durante os meses sem o repasse”, declarou. A presidente da Casa Anjos Voluntários, uma das cadastradas no Banco, afirma que o recebimento dos insumos é de grande importância para a manutenção dos serviços. “Os produtos são sempre de muito boa qualidade e auxiliam nossa entidade, já que preparamos cerca de 450 refeições por dia”, destacou Isamar Sartori.

 

A diretora de Gestão Alimentar e Nutricional do Banco, Cristina Fabian Gregoletto, ressaltou que iniciativa garante um cardápio de qualidade para os usuários de cada instituição vinculada ao Banco e estimula os produtores a seguirem no ramo. “As entidades conseguem elaborar cardápios mais saudáveis com estes alimentos. A compra também é muito positiva para os próprios agricultores, que encontram mais uma forma de escoar seus produtos de forma direta, ou seja, sem um intermediário, o que também é bastante importante”, enfatizou.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
SHR