Volume
Rádio Offline
​Solidariedade é o nome da paralisação na Fundifar
13/05/2019 12:19 em Empresas

A empresa Fundifar, que produz liga em ferro fundido, demitiu 23 funcionários no dia 06 de maio. Além de demitir em massa, a empresa deixou estes trabalhadores e suas famílias "com uma mão na frente, outra atrás"! Ou seja, negou-se a pagar as multas rescisórias e os direitos.
 
Desde quarta-feira, dia 8, a empresa está paralisada porque os funcionários que não foram desligados se solidarizaram com os demitidos. Ao lado do Sindicato, têm pressionado a direção da empresa para que realize o pagamento dos direitos de quem foi demitido, que é o mínimo que se exige em uma situação destas.
 
O Sindicato montou um verdadeiro acampamento na frente da empresa, que fica em Farroupilha.
 
O presidente do Sindicato, Assis Melo, lamenta a atitude da empresa que simplesmente descartou seus funcionários. "São pessoas, trabalhadores dignos, têm família, têm obrigações. É desumano o que a empesa fez, simplesmente jogar os trabalhadores na rua para que procurem os seus direitos! Sim, estes trabalhadores têm direitos, e podem contar com o Sindicato para lutar por eles", afirmou.


Texto Clomar Porto


Sindicato dos Metalúrgicos
Setor de Imprensa

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
SHR