Volume
Rádio Offline
Prefeitura aumenta em cinco vezes o número de armas da Guarda Municipal
25/03/2019 20:00 em Polícia

A Prefeitura de Caxias do Sul quintuplicou o número de armas para a Guarda Municipal (GM) desde o início da atual gestão. A unidade, integrante da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social (SMSPPS), contava com apenas 29 equipamentos até o fim de 2016 (15 pistolas e 14 revólveres). Com o atual governo, esse número saltará para 150. Em abril de 2018, a GM já recebeu 51 pistolas Taurus calibre 380, num investimento de R$ 183,1 mil. Neste mês, foi protocolado junto ao Exército Brasileiro, em Porto Alegre, o pedido de parecer para autorizar a compra de mais 70 pistolas nesse modelo, no valor de R$ 245,9 mil. O processo está tramitando em Brasília, em vias de ser autorizado.

 

Conforme o diretor executivo da pasta, Paulo Siqueira, após os procedimentos de compra, é necessário solicitar essa avaliação do pedido junto à Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC) do Exército. “Esse órgão atua no controle de todos os equipamentos utilizados em segurança, como armas, coletes e spray de pimenta, por exemplo. A partir dessa autorização, poderemos dar a confirmação para a empresa selecionada, a Taurus, fazer a produção das 70 pistolas que compraremos”, explica.

 

Será a segunda cota de armas recebidas pelos guardas municipais nesta gestão. “É uma forma de valorizar o servidor que atua na guarda. Atualmente, dos 173 guardas municipais, 151 estão aptos a utilizarem armamentos. Como temos 80 armas à disposição, eles precisam revezar a utilização do equipamento conforme o turno de trabalho. Com essa nova compra, cada guarda terá responsabilidade sobre a sua arma. É uma demonstração de confiança no nosso servidor, de cuidado com a segurança da comunidade e também um zelo com os bens públicos, uma vez que terão maior vida útil”, esclarece o diretor.

 

Os guardas municipais habilitados fazem um treinamento mínimo de 80 horas de qualificação, carga exigida pela legislação federal, com obrigatoriedade da matéria de armamento e tiro com execução de disparos de arma de fogo. Anualmente, todos passam por requalificação, feita por dois guardas credenciados pela Polícia Federal (PF) para esse procedimento. Os resultados são enviados para análise da PF em Porto Alegre, onde ocorre a avaliação final. A avaliação psicológica também é exigida para a aptidão, sendo refeita a cada dois anos.

 

Ainda em março, a GM recebeu mais 60 novos coletes padrão Standard III-A. A mesma quantidade foi entregue em abril do ano passado. No total, a GM possui 173 coletes, um para cada servidor, além de unidades reservas. Outros seis capacetes e seis coletes balísticos também foram entregues neste mês. Esses, à prova de balas, serão direcionados a uma equipe preparada para atuar em casos extremos. Em torno de 10 servidores participarão de um treinamento que está sendo viabilizado junto a forças de segurança pública. O investimento nesses 12 itens soma R$ 54,9 mil.

 

Foto: Adriano Chaves e Mateus Argenta

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
SHR