CONFIRA AS ATRAÇÕES DA AGENDA CULTURAL OBSERVATÓRIO

A exposição “Roger Mello: um artista sem fronteiras” ficará em Caxias do Sul até 9 de fevereiro de 2018. O Centro de Leitura e a Secretaria da Cultura de Caxias do Suldecidiram prorrogar a mostra com obras do Prêmio Internacional Hans Christian Andersen (Categoria Ilustrador-2014) devido à intensa procura para visitação, no Museu Municipal (Rua Visconde de Pelotas, 586, Centro). As visitações ocorrem de terça a sexta-feira, das 9h às 17h; aos sábados, das 11h às 17h; e aos domingos e feriados, conforme o rodízio de Museus, das 11h às 17h. Para agendar visitas guiadas pela exposição, basta entrar em contato pelo e-mail epatrimonial@caxias.rs.gov.br  ou pelos telefones (54) 3221.2423 e (54) 3215.4445.

Fazem parte da mostra reproduções de mais de 30 obras assinadas por Roger Mello, que é ilustrador, escritor, designer, dramaturgo e diretor de teatro. O artista ficou muito contente por saber que estudantes, professores e a comunidade em geral estão apreciando seu trabalho. “Ao marcar presença na exposição, as pessoas levam nossa arte para dentro de si e acabam falando dela a mais e mais gente. É uma felicidade saber que o que fizemos com muito amor pode interessar e cativar o olhar do outro”,  alegra-se Roger.

Nascido em Brasília em 1965, ele já ilustrou mais de 100 títulos, dos quais 22 também foram escritos por ele. Formado em Desenho Industrial pela ESDI/UERJ, trabalhou com Ziraldo na Zappin. É considerado hours concours pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Por seu trabalho como ilustrador e escritor, recebeu vários outros prêmios e distinções no Brasil e no Exterior. Até agora, Roger já recebeu da Câmara Brasileira do Livro 10 Prêmios Jabuti. É autor do logotipo do Quindim e quem sugeriu o nome do Centro de Leitura.

A curadoria da mostra é do diretor do Centro de Leitura Quindim, o caxiense Volnei Canônica. “Quando planejamos a exposição Roger Mello, um artista sem fronteiras, tínhamos uma grande esperança de que ela iria conquistar o público. Foi o que aconteceu durante a 33ª Feira do Livro e segue agora até fevereiro aberta e sem fronteiras para ser contemplada por mais moradores de Caxias do Sul e região”, ressalta o também diretor de teatro, ator, relações públicas e ex-diretor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, do Ministério da Cultura.

Volnei explica o caráter interativo da exposição. Há um “Espaço de Leitura”, em que os visitantes podem conhecer e ler os livros que compõem a mostra. Também está aberto um “Jardim da criatividade”, para que as escolas visitantes possam montar uma nova exposição a partir de seu olhar sobre as obras. Para confeccionar a releitura, os estudantes e docentes usam materiais reciclados, assim como o artista utilizou para criar, por exemplo, o livro Meninos do Mangue.

A exposição “ROGER MELLO: UM ARTISTA SEM FRONTEIRAS” é uma realização do Centro de Leitura Quindim e da prefeitura Municipal de Caxias do Sul, por meio da Secretaria Municipal da Cultura. O apoio é da Global Editora, Companhia das Letrinhas, Loja Santa Nena, Espumante Aliança e Entrelaçados – nutrindo com carinho.

PROGRAME-SE:

O QUÊ: Exposição “ROGER MELLO: UM ARTISTA SEM FRONTEIRAS”

QUANDO: até 9 de fevereiro de 2018

HORÁRIO DE VISITAÇÃO: As visitações ocorrem de terça a sexta-feira, das 9h às 17h; aos sábados, das 11h às 17h; e aos domingos e feriados, conforme o rodízio de Museus, das 11h às 17h. Para agendar visitas guiadas pela exposição basta entrar em contato pelo e-mail epatrimonial@caxias.rs.gov.br  ou pelos telefones (54) 3221.2423 e (54) 3215.4445.

LOCAL: Sala de Exposições do Museu Municipal (Rua Visconde de Pelotas, 586, Centro, fones 54-3221.2423 e 3215.4445)

CURADORIA: Volnei Canônica, diretor do Centro de Leitura Quindim

 

SAIBA MAIS SOBRE O CENTRO DE LEITURA QUINDIM:

- O Centro de Leitura Quindim nasceu em 19 de setembro de 2014, a partir de um desejo do seu idealizador Volnei Canônica de formatar um espaço onde crianças, jovens e adultos possam ter acesso à Literatura Infantil, Juvenil e a conteúdos teóricos sobre a temática.

- A partir dessa intenção, o Centro começou a ser pensado em conjunto com sua irmã Graziela Cunha Canônica e tem como eixo central proporcionar ao leitor uma experiência literária, levando em consideração o livro de literatura como um objeto estético em que texto, ilustração e projeto gráfico são fundamentais para tal experiência.

- O nome do centro de leitura é uma homenagem ao escritor Monteiro Lobato, considerado o pai da Literatura Infantil. Lobato criou nas suas histórias do Sítio do Pica Pau Amarelo o personagem Quindim, um Rinoceronte.

- O nome do Centro de Leitura foi dado pelo escritor e ilustrador Roger Mello, vencedor do Prêmio Hans Christian Andersen 2014 – categoria Ilustrador, que é autor da logomarca do grupo. Até o momento, o Quindim funciona de forma virtual (Fanpage: Centro de Leitura Quindim e Email: centrodeleituraquindim@gmail.com).

- O Centro de Leitura Quindim conta com a colaboração de Adriana Antunes, Adriana Lucena Camêlo, Jaqueline Pivotto, Marli Fronza, Patricia Alberti, Vania Marta Espeiorin e pessoas de outras regiões do país e do Exterior que trabalham em prol do acesso à literatura infantil e juvenil. Queremos montar uma grande rede e agregar mais pessoas para fazer do Brasil um país de leitores.

1

- Em 2016, para andar o lado de seu braço cultural e social, o Quindim abriu as portas virtuais de seu Clube de Leitura. Saiba como participar em: www.clubequindim.com.br

22

Fotos – Créditos: Luana Rios