PARLAMENTO REGIONAL SE REUNIU EM NOVA PRATA

O Parlamento Regional se reuniu terça-feira (3/10) na Câmara Municipal de Nova Prata para avaliar o encaminhamento das demandas sobre verbas para o Hospital Tacchini, de Bento Gonçalves, consignadas há três anos na Consulta Popular, a regionalização do SAMU e a estrutura da EGR com foco na infraestrutura viária da Serra Gaúcha. O encontro teve como anfitrião o presidente da Câmara daquele município, Magnos Spagnoll. Ao Parlamento, integrou-se a partir desse encontro o presidente do Legislativo de Vista Alegre do Prata, Eder Roman.

O pedido de apoio para liberação dos recursos de R$ 590 mil devidos ao Tacchini para investimento no equipamento de radioterapia, que atende mais de 40 municípios da região, foi acolhido pela Secretaria Estadual da Saúde e agora passa por avaliação técnica. O pleito foi dirigido às secretarias da Saúde e da Fazenda do RS, além dos 55 deputados que compõem a Assembleia Legislativa.

Representantes do Parlamento Regional acompanharam audiência pública promovida pela Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia para se inteirar da situação da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). O objetivo foi avaliar as condições técnicas e financeiras da estatal gaúcha, que administra pedágios comunitários para atender demandas de infraestrutura que melhorem a logística viária da Serra Gaúcha.

Pela exposição feita pela direção da EGR, a empresa é deficitária, com polos de baixa arrecadação, à exceção dos pedágios de Portão e Coxilha. Além de não ter corpo técnico, qualquer pedido de projeto necessita passar pelo DAER, o que compromete o futuro da companhia, mesmo com o reajuste recente das tarifas. A tentativa de mobilizar deputados da região para que incluam obras viárias na Serra Gaúcha não obtiveram êxito.

A proposta apresentada pela Câmara de Vereadores de Farroupilha de promover uma audiência pública para de infraestrutura serrana foi endossada pelo Parlamento Regional. Será realizada dia 30 de novembro (quinta-feira), às 18hs, em Farroupilha, com a participação do Poder Público dos municípios da região metropolitana da Serra Gaúcha,  entidades representantes da indústria e do comércio, lideranças políticas e comunidade.

O pedido de regionalização do SAMU com vistas a um atendimento mais ágil aos municípios da região a partir de Caxias do Sul foi levado pelo Parlamento à Secretaria Estadual da Saúde. Embora tenha determinado estudos técnicos para embasar uma decisão, o diretor da área, Francisco Paz, entende que não haverá vantagem no atendimento da demanda. Para ele, além do problema de estrutura física, pesam contra o pedido as dificuldades de montar um corpo técnico profissional em Caxias do Sul, o que já é difícil em Porto Alegre. Francisco ponderou que, diante desses entraves, a proximidade não irá responder à demanda por agilidade.

Para o coordenador do Parlamento Regional, Felipe Gremelmaier, presidente da Câmara Municipal de Caxias do Sul, o grande desafio de todos os participantes do grupo é sensibilizar os vereadores que assumirão a presidência na próxima legislatura a manter a mobilização na busca de soluções para questões que afligem toda a região. Estiveram presentes os presidentes dos parlamentos de São Marcos, Patrícia Camassola; Antônio Prado, Moises Citton Campagnaro; Farroupilha, Fabiano André Piccoli; Bento Gonçalves, Moises Scussel Neto; Vista Alegre do Prata, Eder Roman; Caxias do Sul, Felipe Gremelmaier, e Nova Prata, Magnos Spagnol. O próximo encontro será em Monte Belo, dia 7 de novembro (terça-feira).

11

Foto: Gabriel Venzon/Câmara Municipal de Farroupilha/Divulgação