PAULA IORIS DETALHA REUNIÃO DO GRUPO DE TRABALHO SOBRE SEGURANÇA NO INTERIOR

A vereadora Paula Ioris/PSDB detalhou, durante a plenária do Legislativo caxiense desta quarta-feira (13/09/17), o andamento da reunião do Grupo de Trabalho (GT) sobre segurança no interior. Essa reunião ocorreu na última terça-feira (12/09), em uma das salas das comissões da Câmara, e é decorrente de uma audiência pública promovida recentemente em Fazenda Souza pela Comissão de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Cooperativismo (CAAPC). Agora, as discussões contam com a parceria da Comissão Temporária Especial para o Enfrentamento da Violência, a qual a parlamentar preside.

Conforme Paula Ioris/PSDB, além de moradores do interior, foram convidados para o Grupo de Trabalho o secretário municipal de Segurança e Proteção Social, José Francisco Mallmann, representantes da Brigada Militar (BM) e da Polícia Civil, e lideranças de bairros, como o Colina Sorriso e o Cinquentenário.  “Tivemos no Grupo de Trabalho a presença do capitão Socol. Ele demonstrou que a BM tem bem diagnosticada a questão da segurança na área rural e alguns comportamentos de insegurança dos moradores, como, por exemplo, a contratação de safristas sem a mínima procedência. Alguns acabam conhecendo a rotina da propriedade e, depois de um tempo, retornam para cometer crimes. Essa procedência precisa ser observada”, alerta a vereadora.

Paula acrescentou que alguns encaminhamentos foram alinhavados. Entre eles: contatar com o Ministério Público, promover reuniões com as comunidades do interior, orientando os moradores para que adotem ações preventivas, buscar o cercamento eletrônico e realizar novo encontro do GT em cerca de 40 dias.

Na reunião de terça-feira (12/09), também compareceram os vereadores Alceu Thomé/PTB, Paulo Périco/PMDB, Ricardo Daneluz, presidente da CAAPC, e Velocino Uez/PDT. Na sessão de hoje, Daneluz avaliou como muito produtivo o primeiro encontro do GT, acrescentando que diversas ideias e ações foram cogitadas. Entre elas: contatar a Anatel, para pedir melhorias na telefonia; e verificar a possibilidade de instalar câmeras de monitoramento no interior. “Vamos fazer um estudo(para ver se é viável)”, sinalizou o pedetista.

O parlamentar Arlindo Bandeira/PP entende que seria oportuno se a Guara Municipal pudesse atuar mais no interior. Já o pedetista Velocino Uez indica aos agricultores mais cuidado na hora da contratação de safristas. “Num primeiro momento, pode ser uma contratação mais barata, mas, ali depois, o custo será mais caro”, avalia.

11

Foto:Vania Marta Espeiorin