PASSAGEIROS ACIMA DE 65 ANOS DAS LINHAS INTERMUNICIPAIS REPRESENTAM,EM MÉDIA, 14% DOS USUÁRIOS

Passageiros acima de 65 anos, que utilizam o transporte intramunicipal em Caxias do Sul, representam, em média, 14% dos usuários do serviço. É o que aponta um levantamento realizado no mês de junho por fiscais da Secretaria de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) e que ajuda a ilustrar um perfil de quem utiliza o serviço que liga o interior ao Centro da cidade.
Das cinco linhas analisadas, o menor índice de passageiros acima de 65 anos foi registrada no distrito de Santa Lúcia do Piaí. Dos 669 passageiros, 42 eram pessoas acima de 65 anos, ou seja, 6,3% dos usuários. Em seguida, com 9,6% dos usuários com mais de 65 anos, aparece a linha que atende os moradores de Fazenda Souza, onde dos 1.774 passageiros, 172 tinham acima de 65 anos.
O relatório dos fiscais mostra ainda que 10,3% dos usuários do transporte intramunicipal que atende os moradores do distrito de Vila Oliva possuem acima de 65 anos; em Loreto, 14% dos passageiros são idosos e, por fim, a linha que atende os moradores do distrito de Criúva, com 29% dos passageiros que possuem mais de 65 anos.
Foi buscando identificar esses números que a SMTTM realizou o estudo, segundo o titular da pasta, Cristiano de Abreu Soares. Das cinco empresas que possuem a concessão para operar na cidade, apenas uma delas cumpre o Estatuto do Idoso, que desde 2003 assegura gratuidade do transporte público urbano e semiurbano para pessoas acima de 65 anos.
Ao identificar que as empresas não estavam cumprindo a Legislação, a Prefeitura de Caxias do Sul se reuniu com os representantes das concessionárias, que alegaram que a gratuidade traria prejuízos, tornando o serviço economicamente inviável. “Nós já havíamos recebido cobranças do Ministério Público e do Conselho Municipal do Idoso para que o Estatuto do Idoso fosse cumprido. As empresas alegaram que as gratuidades eram superiores a 50%, o que, de acordo com o levantamento da secretaria, não se comprovou. Vamos nos reunir com os representantes das empresas, apresentar os dados e buscar o cumprimento”, afirma o secretário.
Percentual de pessoas acima de 65 anos nas linhas intramunicipais:
:: Santa Lucia do Piaí: Dos 669 passageiros, 42 acima de 65 anos (6,3%);
:: Fazenda Souza: Dos 1.774 passageiros, 172 acima de 65 anos (9,6%);
:: Vila Oliva: Dos 1.068 passageiros, 110 acima de 65 anos (10,3%);
:: Loreto: Dos 437 passageiros, 210 acima de 65 anos (14%);
:: Criúva: Dos 431 passageiros, 127 acima de 65 anos (29%).
Fonte: SMTTM
Estudo detalhado nas linhas intramunicipais:
Empresa/linha
:: Vila Oliva/Vila Oliva – idosos a partir de 60 anos pagam meia passagem
46 voltas acompanhadas
Pagantes normais: 804
Idosos até 65 anos: 101
Idosos com mais de 65 anos: 110
Estudantes: 0
Crianças não pagantes: 53
Total: 1068 passageiros
:: Dannytur/Loreto – a empresa que realiza o serviço não cobra passagem a partir de 60 anos
28 voltas acompanhadas
Pagantes normais: 245
Idosos até 65 anos: 37
Idosos com mais de 65 anos: 61
Estudantes: 93
Crianças não pagantes: 1
Total: 437 passageiros
:: Expresso São Marcos/Criúva – idosos com mais de 60 anos pagam meia passagem
10 voltas acompanhadas
Pagantes normais: 81
Idosos até 65 anos: 27
Idosos com mais de 65 anos: 45
Estudantes: 0
Crianças não pagantes: 0
Total: 154 passageiros
:: Vila Oliva/Fazenda Souza – idosos a partir de 60 anos pagam meia passagem
94 voltas acompanhadas
Pagantes normais: 1104
Idosos até 65 anos: 171
Idosos com mais de 65 anos: 172
Estudantes: 203
Crianças não pagantes: 124
Total: 1774 passageiros
:: Claudino Costa Transportes/Santa Lúcia do Piaí – idosos a partir de 60 anos pagam meia passagem
34 voltas acompanhadas
Pagantes normais: 397
Idosos até 65 anos: 134
Idosos com mais de 65 anos: 42
Estudantes: 145
Crianças não pagantes: 5
Total: 669 passageiros
Fonte: SMTTM