DISCUSSÃO SOBRE POLICIAMENTO COMUNITÁRIO

A presidente da Comissão Temporária Especial para o Enfrentamento da Violência da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, vereadora Paula Ioris/PSDB apresentou, durante sessão ordinária desta quinta-feira (02/03/17), os próximos passos do grupo de trabalho parlamentar que busca soluções por mais segurança pública no município. Segundo a vereadora, na próxima segunda-feira (06), às 15h, na sala de Comissões Geni Peteffi do Legislativo, a Comissão, composta pelos vereadores Adiló Didomenico/PTB, Alberto Meneguzzi/PSB, Gustavo Toigo/PDT, Neri O Carteiro/SDD, Paulo Périco/PMDB, promove reunião com o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (12ºBPM),major Jorge Emerson Ribas, o secretáriomunicipal de Segurança Pública e Proteção Social (SSPPS),José Francisco Mallmann, e o presidente da União das Associações de Bairro (UAB) de Caxias do Sul, Flávio Fernandes, para discutir formas de fortalecer e ampliar o policiamento comunitário nos bairros da cidade. “Queremos conversar com as lideranças para saber o que existe, o que falta e como esse projeto pode ser melhorado”, explicou a presidente.

Buscando alternativas para conter a violência, Paula Ioris anunciou ainda que a Comissão está organizando uma visita a Novo Hamburgo na próxima quinta-feira (09). Uma comitiva, composta por lideranças políticas e empresariais, vai conhecer o projeto de cercamento eletrônico realizado em Novo Hamburgo, uma experiência bem-sucedida na área de segurança pública, liderada pela comunidade. “A prevenção é uma das formas mais eficazes de repressão à violência. Vamos conhecer iniciativas próximas que estão dando certo e tentar aplicá-las aqui no nosso município. Um dos pilares da Comissão será compartilhar as boas ideias para envolver e responsabilizar a sociedade nessa luta”, salientou.

A parlamentar informou também que a Comissão está encaminhando ofício à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social solicitando o planejamento estratégico da pasta para saber quais as providências e ações que estão sendo preparadas pela Prefeitura. A intenção da presidente não é apenas receber o documento, mas oportunizar um encontro do grupo com Mallmann para que ele possa detalhar suas propostas. “Precisamos ter conhecimento sobre o que está sendo pensado, seja para somar ou cobrar enquanto representantes da comunidade. Nós caxienses, não podemos mais esperar, precisamos de ações imediatas”, frisou.

 Além das três ações divulgadas, Paula Ioris acrescentou que a Comissão está agendando reuniões e visitas às forças de segurança, conselhos e entidades envolvidos na área da segurança pública para, em um primeiro momento fazer a escuta e diagnóstico da realidade, e, num segundo momento, elaborar relatório com proposições ao secretário estadual de segurança do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer. “Além do déficit de policiamento nas ruas tem mais forças que estão deficitárias, como o IGP que está operando com 70% menos de pessoal. Essas visitas e contatos, de aprofundamento das áreas, fazem parte da agenda propositiva que montamos”, concluiu.

1

 Foto: Greice Tedesco