DICAS DE VÍDEOS, FILMES,LIVROS,TEXTOS DA 4ª ETAPA DO CURSO 2016. ANO 13

Dicas de vídeos, filmes, livros, textos da 4ª etapa do Curs2016.ano13

4ª etapa / 18 e 19 de junho

Bioética. Fundamentos éticos da dignidade humana, do cuidado com a vida e responsabilidade com o outro. Consciência crítica frente à tecnociência, à biotecnologia, ao biopoder, à nanotecnologia e à saúde pública.
Prof. Dr. José Roque Junges – Unisinos
Projeto de uma ética planetária.
Prof. Pós-Dr. Luiz Carlos Susin – PUC-RS

Bioética. Fundamentos éticos da dignidade humana, do cuidado com a vida e responsabilidade com o outro. Consciência crítica frente à tecnociência, à biotecnologia, ao biopoder, à nanotecnologia e à saúde pública.

Prof. Dr. José Roque Junges – Unisinos

Um guia de leitura para a Laudato Si’: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAZEMwQmZLQXFrclU/view

Entrevista Lodato Si: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAQUpkb01LRGY5VTg/view

Ser e estar na cultura tecnológica: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAOV9NTkpSeTU3cUU/view

Financeirização da Saúde: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAazdsTVlXV0FBemM/view

Desafio do Sistema Único de Saúde: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAc1NMSTlWb3JpT3M/view

Textos, documentários e filmes:

Encíclica “Laudato Si”: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAMmVPUHhDendOVHM/view

A encíclica ‘Lodato si’ e os pobres da Terra: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/a-enciclica-lodato-si-e-os-pobres-da.html

Ser e estar no mundo da cultura tecnológica – Entrevista especial com Eduardo Vizer: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/a-enciclica-lodato-si-e-os-pobres-da.html

A tolice da inteligência brasileira ou como o país se deixa manipular pela elite – Jessé  Souza: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/a-tolice-da-inteligencia-brasileira-ou.html

Pegada Ecológica? O que é isso? http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/pegada-ecologica.html

Do caos à lama: a verdadeira e cruel face do modelo mineral brasileiro: http://www.inesc.org.br/noticias/noticias-do-inesc/2016/junho/do-caos-a-lama-a-verdadeira-e-cruel-face-do-modelo-mineral-brasileiro – Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=uH3yOBYvrOc - http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/do-caos-lama-verdadeira-e-cruel-face-do.html

A História das Coisas: https://www.youtube.com/watch?v=7qFiGMSnNjw - http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/a-historia-das-coisas.html

A liberdade de morrer sem diagnóstico. As críticas sociais de Ivan Illich à saúde. Entrevista especial com Roberto Passos Nogueira - http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/a-liberdade-de-morrer-sem-diagnostico.html

 
Biopolítica, biopoder e o deslocamento das multidões – Entrevista especial com Leonora Corsini: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2015/07/bioopolitica-biopoder-e-o-deslocamento.html
Universalidade, integralidade, equidade e SUS - BIS, Boletim do Instituto de Saúde (Impr.) v.12 n.2 São Paulo ago. 2010: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2015/07/universalidade-integralidade-equidade-e.html

Corpo e subjetividade na medicina. Entrevista especial com Liana Albernaz de Melo Bastos: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2015/07/corpo-e-subjetividade-na-medicina.html

Mística: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/em-prol-da-vida.html

Em prol da vida – Pe Zezinho: https://www.youtube.com/watch?v=mYFLV93TMEE

Beta Cáceres, mártir da ecologia integral – 13/04.2016: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/553560-berta-caceres-martir-da-ecologia-integral
Materiais do Prof. Dr. José Roque Junges – Unisinos:
Carta Encíclica ‘Laudato Si’ do Papa Francisco: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAUFV6b1doTGVtV2c/view?usp=sharing
Vulnerabilidade e políticas públicas de saúde: limites e possibilidades: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAUkhIX1FEb3VSMjQ/view?usp=sharing
I. Illich, a expropriação da saúde. Nêmesis da medicina: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwANXdiZV9xa2lYeEk/view?usp=sharing
Medicalização, farmacologização, healthicization: https://drive.google.com/file/d/0B_2nfmpfqzwAU1U0MDdnajI2Qm8/view?usp=sharing
 Projeto de uma ética planetária.
Prof. Pós-Dr. Luiz Carlos Susin – PUC-RS
 ”Crise: enquanto o velho mundo demora a desaparecer e o mundo novo demora a nascer; tempo de monstros.” (A. Gramsci)

Ethos – casa: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/ethos-casa.html

Narradores de Javé - Filme brasileiro que retrata a cultura sertaneja e processo da oralidade histórica: https://www.youtube.com/watch?v=Trm-CyihYs8 - http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/narradores-de-jave.html

 
O planeta, nossa casa, vista de fora. O que fomos? http://eol.jsc.nasa.gov/HDEV/ - http://eol.jsc.nasa.gov/ForFun/HDEV/ - Experiência estética e experiência que dá uma nova postura para se relacionar com a terra. Enxergar a terra a distância é enxergar a Terra como nossa casa comum: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/o-planeta-nossa-casa-vista-de-fora-o.html
 
 
 
Livros:
Nosso planeta, nossa vida: ecologia e teologia. Organizadores: Luiz Carlos Susin e Joe Marçal Gonçalves dos Santos: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/nosso-planeta-nossa-vida-ecologia-e.html
A vida dos outros - Ética e teologia da libertação animal. Gilmar Zampieri,Luiz Carlos Susin
Cuidar da casa comum – Chaves de leitura teológicas e pastorais da Laudato Si
Hannah Arendt: exemplo de mudança de paradigma no exercício do “Poder”.
No paradigma mecânico: manda quem pode e obedece quem deve’. O poder se revela violência.
No paradigma sistêmico: “o poder é a capacidade de ação em conjunto”.
Pessoas tem poder quando conseguem fazer com que as outras consigam esse poder. É o empoderamento, fazer emergir esse poder. Pessoas poderosas são as que são capazes de empoderar outras pessoas.
“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” Hannah Arendt
“O poder emerge onde quer que as pessoas se unam e ajam em conjunto.” Hannah Arendt
“Ser visto e ouvido por outros é importante pelo fato de que todos vêem e ouvem de ângulos diferentes. É este o significado da vida pública.” Hannah Arendt
 As sufragistas - Inspirado no movimento sufragista do final do século XIX e início do XX, na Inglaterra, o drama “As Sufragistas” (Suffragette) retrata a vida de um grupo de mulheres que resistia à opressão de forma passiva, sendo ridicularizadas e ignoradas pelos homens. A partir do momento em que começam a encarar uma crescente agressão da polícia, elas decidem se rebelar publicamente. Um dia, após sair da lavanderia em que trabalha, Maud se assusta com o caos de um protesto e acaba reconhecendo uma companheira de trabalho entre os manifestantes. A partir desse momento, a personagem decide reivindicar seus direitos como mulher e a lutar por sua dignidade. – Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=e88IJJv7PLQ - Filme completo: https://www.youtube.com/watch?v=GBvaJC6lb2U - http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/as-sufragistas.html
 
Ética supõe “conhecimento” e “liberdade”
“Ética” está ligada a eco-nomia, eco-logia, ecu-menismo
Desafios ético mundiais, na complexidade de quatro problemas e desafios:
1. Crises financeiras
2. Crise ecológica
3. Crise alimentar
4. Crise de civilização
Crises financeiras:
Trabalho interno: https://vimeo.com/39018226
O capital no século XXI,

Thomas Piketty

1. Crises financeiras
- que se “replicam”
- Crise de “fides”, de crédito, confiança
- “Peste emocional” (William Rech)
- Buscando causas: “Excesso” e “bolha”: característica da hipermodernidade (Hibris)
- Produção da desigualdade e do desequilíbrio (distopia) de Rochfeller a Thomas Piketty
- A atual função do dinheiro: “todos de joelhos”
- Da “economia da salvação” à “salvação pela economia” e agora a “salvação da economia”. Ajuste fiscal e sacrifícios de vitimas expiatórias (René Girard – Min. Levy…)
2. Crise ecológica
- Aquecimento global / desequilíbrio e excessos climáticos / aumento do nível dos oceanos / desertificação
- Causas humanas: desflorestamento, carbono, poluições, desequilíbrio extrativista, etc.
- “Pegada ecológica” / “impressão ecológica”: o custo ecológico dos modos de produção e de consumo.
- Vítimas climáticas e novas formas de migração
- O risco de precipitação e o medo apocalíptico
3. Crise alimentar
- Na diferença entre economia financeira (especulativa) e economia real (“excessos e escassez” simultâneas)
- Resultante de múltiplos fatores: desigualdades e improdutividade da economia real crescentes
- Geografia da fome: uma questão política (Josué de Castro – Milton Santos)
 Material do Prof. Pós-Dr. Luiz Carlos Susin – PUC-RS:
Um ano após a publicação da encíclica Laudato si’, são muitos os líderes ambientalistas assassinados em todos os cantos do planeta. E muitos outros continuam lutando por um mundo mais justo: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/556631-mortos-por-defender-a-criacao-os-martires-da-laudato-si

Laudato Si: http://fepoliticaetrabalho.blogspot.com.br/2016/06/laudatosi.html | Novo sítio “Laudato Sí” por ocasião do primeiro aniversário da encíclica (http://bit.ly/28M7934). | Assassinato de ecologistas bate recorde e Brasil é o país mais perigoso da região (http://bit.ly/28KjW3d).

“…não acho que o ser humano seja um ser completo, ele está a caminho e ele caminha para o absoluto, para a divindade. O Cristo dizia uma coisa muito interessante. Ele disse que nós temos que ser fermento. Ele sabia que o homem está a caminho. Mas perceba que o progresso moral da humanidade é muito lento. (…) No momento, acho que isso não é possível. Mas não me desespero. É por isso que, por maiores decepções que você sofra, a política é uma coisa indispensável. Isso porque, ela entendida como deve ser, é a arte do bem comum. Uma decisão política bem tomada melhora muito as coisas. Agora, repito que essa é uma mudança lenta. Nós gostaríamos de identificar o tempo da história como o tempo da nossa biografia. Mas isso não é possível. Veja bem, antes do Cristo, a crueldade era uma coisa tão comum que não se tinha sequer acanhamento em demonstrá-la. Júlio César foi considerado um sujeito muito generoso porque, em relação aos generais do tempo dele que cortavam as duas mãos dos povos conquistados, ele só cortava uma. Pois bem, hoje a crueldade continua, porém ninguém mais tem coragem de expô-la com essa desfaçatez. Isso, em si, é um ganho. Embora, elas tenham ocorrido através do sangue de muitos inocentes, sobretudo, daquele que chamamos de Cristo.” Ariano Suassuna - http://rascunho.gazetadopovo.com.br/um-homem-de-boa-fe/

> Livros indicados pela Escola de Formação Fé, Política e Trabalho

AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA, Eduardo Galeano (acessa em pdf: https://copyfight.noblogs.org/gallery/5220/Veias_Abertas_da_Am%C3%83%C2%A9rica_Latina%28EduardoGaleano%29.pdf)

O BANQUEIRO DOS HUMILDES, Muhammad Yunus

A POBREZA, RIQUEZA DOS POVOS – A transformação pela solidariedade, Albert Tévoédjrè

Mais informações:

Facebook 

Blog

Twitter 

fepoliticaetrabalho@gmail.com 

Maria Fernanda Milicich Seibel mfmseibel@gmail.com